CONTER dá início à implementação da nova Identidade Profissional

CONTER dá início à implementação da nova Identidade Profissional

NOVA IDENTIDADE
26/06/2020

NOVA IDENTIDADE

Processo se inicia por Alagoas e Sergipe e profissionais da região precisam realizar recadastramento, previsto para início no próximo dia 1º de julho

Em breve, os profissionais da Radiologia terão acesso à nova Carteira de Identidade Profissional (CIP), um cartão moderno e durável, mas também poderão andar com o documento apenas em seus smartphones, na versão digital. O primeiro passo para a execução da inovação acontece a partir da próxima quarta-feira (1º). Técnicos, Tecnólogos e Auxiliares em Radiologia, além dos Operadores e Técnicos em Radiologia Industrial, dos estados de Alagoas e Sergipe devem realizar recadastramento, com a atualização dos dados, em link que estará disponível nos sites do CONTER e do Conselho Regional de Técnicos em Radiologia de Alagoas, Bahia e Sergipe (CRTR8).

Coordenador do grupo de trabalho à frente do projeto, Manoel Ozorio, diretor-tesoureiro do CRTR8, explica que Alagoas e Sergipe foram escolhidos para o pontapé inicial em razão da recente incorporação dos estados ao Regional da 8ª Região. “O procedimento de recadastramento já estava previsto para acontecer, pois os profissionais da região irão receber um novo número de registro. Aproveitaremos esse movimento para colocar em prática a implementação da CIP que já havia sido pensada pelo CONTER para este semestre”, informa.

“Ficamos honrados por dar início a essa evolução tecnológica sem precedentes no Sistema CONTER/CRTRs. Mais do que uma identidade, é um instrumento que vai dar mais segurança à atividade profissional”, considera Jaguaraci dos Santos, presidente do CRTR8. Luciano Guedes, presidente do CONTER, corrobora com o pensamento e afirma que a Nova Identidade é um anseio antigo da categoria e uma proposta defendida pelo 7º Corpo de Conselheiros do Conselho Nacional. “Por problemas burocráticos, a inovação sofreu atrasos, o que, por outro lado, possibilitou que estudássemos a inclusão de novas tecnologias, como a versão virtual do documento”, informa.

Assim, a credencial em papel moeda dá espaço a um cartão e a um aplicativo, em que as equipes de fiscalização poderão ter fácil acesso às informações do profissional. Por meio de um QR Code, tecnologia presente em ambas as versões, os agentes, instantaneamente, podem consultar o banco de dados do Sistema CONTER/CRTRs, o que irá facilitar as inspeções e, por consequência, contribuir para um trabalho mais efetivo de combate ao exercício ilegal da profissão. A nova cara do documento foi escolhida pela própria categoria, por meio de votação popular.

Ao concluir o projeto piloto, a implementação nos outros estados ocorrerá por etapas. O grupo de trabalho à frente do projeto será ampliado e envolverá os outros gestores de Conselhos Regionais, que consolidarão um cronograma de implementação, de acordo com a realidade de cada região.

Os profissionais de Alagoas e Sergipe receberão o documento gratuitamente, por força da Resolução CONTER nº 1/2020, que extinguiu o Conselho Regional da 7ª Região e dispõe sobre a obrigatoriedade de emissão de novas credenciais.

Leave a Reply

Your email address will not be published.